Servidor: Funcionalismo Estadual Reclama Que Nada Mudou O Dia

4 Alunos De Universidade Pública De Brasília São Aprovados Em Harvard E Outras Universidades Americanas

Em 1998, no momento em que João Havelange deixou a presidência da Fifa, a Folha publicou um caderno especial sobre o homem que havia comandado o futebol mundial pelos últimos 24 anos. Ele se enganava, pelo menos em ligação a horas de vôo: Havelange parecia buscar a presidência da Organização das Nações Unidas.

Fundada em 1904, a Fifa tivera até pois 6 presidentes, todos europeus (1 belga, dois franceses e três ingleses). Por mais que os olhos azuis e o sotaque arranhado não compusessem o ‘’physique du rôle’’ do brasileiro característico, não havia perguntas de que Havelange representava redistribuição de poder na Fifa. Num golpe de mestre, se retrata como o candidato do Terceiro Mundo, o futuro presidente que iria levar o futebol a cada um dos continentes, de forma especial à África e à Ásia, aos países mais pobres.

Advertisement

Como num movimento de países não-alinhados pela ONU, passa, no formato de presidente da confederação tricampeã mundial, a discursar pelos ‘’deserdados’’. Com esse discurso, alia assunto político à caça ortodoxa de votos. Obtém, desta forma, o apoio de países comunistas do Leste Europeu. E a Fifa, desigual da ONU, não tem conselho de segurança ou cada órgão em que um país pese mais do que outro. O voto de Honduras valia, e continua valendo, em tão alto grau quanto o da Inglaterra.

Representantes de mais de dez países árabes e africanos haviam defendido no plenário a volta da China à Fifa. Para isso, seria preciso expulsar Taiwan, circunstância do governo comunista chinês. Rous e a maioria dos europeus, ajeitados com os Estados unidos, eram contra. 219 Milhões Em Créditos Em Nuvem não haviam se estabelecido. Na véspera, disse Havelange à Folha, ele recebera um telegrama do governo brasileiro proibindo-o de abrir a Fifa à China.

O ordem foi desrespeitada. No meio do debate, levanta-se e pede a expressão. Rous, voltando atrás após protestos. Em um minuto e 40 segundos, num discurso em francês determinante para a sua vitória na eleição, Havelange defende os chineses, conquistando os votos que faltavam. De Origem Humilde de regresso do estado vence por cinquenta e nove a 47, entretanto não atinge os 3 quartos de votos necessários. Com os países que ingressaram naquele congresso, a Fifa passou a ter 146 membros, 139 com certo a voto. Pela cédula com nomes de Rous e Havelange, o eleitor riscava o nome do preterido, deixando à mostra o escolhido.

No primeiro turno, Havelange vence por 62 a 56, menos do que os 2 terços exigidos pelo estatuto. Eram 15h03 em Frankfurt. Dois dias depois, o Brasil estrearia pela Copa da Alemanha, contra a Iugoslávia, num 0 a 0 que sinalizaria vinte anos sem título mundial, período em boa parcela de trevas para a seleção. Para Havelange, o melhor da história estava só iniciando. E o melhor da história, para Havelange, não seriam gols, jogadas, craques.

Advertisement

No ano anterior, ele declarou que o balanço que faz de cada guerra não se fundamenta em critérios esportivos, contudo na cor fim da contabilidade. Desde 1974, o azul dos balancetes da Fifa tem ficado cada vez mais potente. Quase nada, comparando com os contratos de venda dos direitos de marketing e televisão das Copas de 2002 e 2006 para a corporação de marketing ISL.

  • 4 - Orçamento apertado
  • Diga-ME COM QUEM ANDAS
  • Paulo comentou: 06/08/doze ás 12:56
  • Vendedor (3)

1,dois bilhão na transmissão por Televisão e marketing. 2,8 bilhões pra Fifa e ficará com todo o lucro da venda do patrocínio dos 2 próximos Mundiais e da cessão dos direitos de transmissão de Tv pra todo o planeta. Pois que os direitos das duas primeiras Copas do século 21 desencadearam uma luta entre 2 grandes grupos do marketing esportivo, em volta dos quais os dirigentes do futebol se perfilaram, aprofundando a níveis jamais vistos o racha na Fifa. 900 milhões para investimentos. Mais do que uma potência com faturamento invejado por diversas multinacionais, a Fifa é a organização central do setor esportivo, aquele que mais cresce na indústria de entretenimento mundial.

Advertisement

260 bilhões anuais o impacto do futebol na economia mundial. Enem 2018: Confira 54 Perguntas E Respostas Sobre o Check-up toda a Europa, os clubes estão virando sociedades anônimas, afim de gerar lucro. Na Itália, o futebol imediatamente responde por 2% do Item Interno Bruto (PIB, soma de bens e serviços produzidos em um ano) e tem espaçoso expectativa de avanço.

O Inscrições Abertas Para Bolsas De Estudo No Reino Unido do PIB dos Estados unidos, um dos países onde o futebol pode agigantar-se como negócio, como Brasil e China. O que se discute hoje não são os métodos de Havelange e teu candidato, Joseph Blatter, qualificados como ditatoriais na oposição, nem ao menos as piadas a respeito de negros contadas por Lennart Johansson, tido como racista na ocorrência.

Share This Story

Get our newsletter